Quinta, 25 de Julho de 2024 01:27
21 980339041
Política Política

Projeto na Alerj tenta acelerar a identificação de pessoas desaparecidas

Proposta do deputado Carlinhos BNH recebeu parecer favorável na CCJ

10/07/2024 16h59
Por: Carlos Larangeira
Projeto na Alerj tenta acelerar a identificação de pessoas desaparecidas
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) deu parecer de legalidade com emendas a um projeto de lei que busca aprimorar a Política Estadual de Busca de Pessoas Desaparecidas. Na volta do recesso parlamentar, em agosto, a proposta será analisada por outras três comissões. 
 
O PL 982/2023, apresentado pelo deputado estadual Carlinhos BNH (PP), propõe que hospitais e instituições públicas e privadas sejam obrigados a realizarem consulta aos bancos de dados dos órgãos de segurança pública no momento de internação ou cadastro. A intenção é assegurar a integração com os bancos de busca disponíveis no Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (SINESP) e no Portal de Desaparecidos da Polícia Civil do Rio. Ainda segundo a proposta, o resultado das pesquisas, quando negativo, deverá ser anexado ao cadastro da pessoa atendida.
 
Em seu parecer na CCJ, o relator Guilherme Delaroli (PL) alertou que a redação original do projeto de lei "põe em risco o direito à privacidade" assegurado pela Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) - Lei 13.709/2018. Delaroli, no entanto, destacou que a proposta de Carlinhos BNH "é de grande relevância social" e, para que possa avançar na Alerj, propôs duas emendas suprimindo do projeto de lei trechos em desacordo com a legislação citada.
 
Com isso, de acordo com o texto aprovado na CCJ, as unidades básicas de saúde, os postos de pronto atendimento, as unidades pré-hospitalares, os ambulatórios, os hospitais públicos e conveniados do SUS (Sistema Único de Saúde) ou privados, albergues, entidades religiosas, comunidades alternativas e demais instituições, que admitam pessoas sob qualquer pretexto, são obrigados a informar, às autoridades públicas, principalmente às policiais, sob pena de responsabilização criminal de seus dirigentes, o ingresso e/ou cadastro de pessoas, sem a devida identificação em suas dependências.
 
O PL 982/2023 será também analisado pelas comissões de Saúde, Segurança Pública e Orçamento. "Com o aprimoramento da Política Estadual de Busca de Pessoas Desaparecidas, podemos acelerar a localização, abreviando a dor de muitas famílias, além de identificar criminosos que sejam fugitivos ou procurados", justifica o deputado estadual Carlinhos BNH.
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Niterói, RJ
Atualizado às 00h06
20°
Tempo limpo

Mín. 16° Máx. 25°

20° Sensação
2.57 km/h Vento
78% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (26/07)

Mín. 18° Máx. 25°

Parcialmente nublado
Amanhã (27/07)

Mín. 18° Máx. 25°

Parcialmente nublado
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias